Terça-feira, 28 de Julho de 2015
Saiba quantas calorias você precisa queimar para emagrecer um quilo

A maioria das dietas mais populares que existe, são baseadas em cálculos de calorias e pontos. Porém a dúvida é referente a quantas calorias corresponde a um quilo de gordura eliminado.

 

A explicação é simples. Para eliminar um quilo de gordura corporal, é necessário perder ou suspender a ingestão de 7 mil calorias. O cálculo deve ser feito sabendo a sua necessidade diária de calorias, se seu MB (Metabolismo basal) é de 2.200 calorias diária e houver a diminuição de 500 calorias consumidas, o limite de calorias corresponderá a 1.800. Em duas semanas, um quilo de gordura poderá ser perdido.

Esse número pode variar de acordo a cada pessoa, a balança que pode medir o peso, não limita a contagem apenas a gordura. Existe também a massa muscular magra e a água corporal, que também pode ser eliminado nesse processo de emagrecimento. Principalmente se a pessoa está fazendo atividade física de intensidade, deverá perder gordura corporal e ganhar músculos, esses músculos, pesam mais que a gordura que foi eliminada, então pode não haver diferença tão grande na balança, mas poderá facilmente ser notado nas roupas e no espelho.

Os músculos são maiores comparado com a gordura, a aparência poderá ser de emagrecimento, mas na balança não aparecerá muita diferença nos números de quilos perdidos.

É extremamente importante procurar o auxílio de um profissional, principalmente se o desejo é emagrecer ou começar a fazer uma dieta, para manter o corpo ou eliminar alguma gordurinha indesejada.

As calorias também devem ser olhadas de outras formas. Alguns profissionais dizem que não existe diferença em calorias, mas vejamos: uma lata de refrigerante contém 100 calorias, igual a uma banana que tem o mesmo valor de calorias. A diferença é o alimento em si, um não faz bem à saúde por ser uma bebida industrializada cheia de substancias artificiais, com corantes aromatizantes e sem nenhum valor nutricional, já a banana que é uma fruta, tem suas vitaminas preservadas e fazem bem a saúde, e pode ser uma aliada para o emagrecimento.

 

fonte:http://br.blastingnews.com/c


tags:

publicado por adm às 20:24
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 22 de Agosto de 2013
Contar calorias dos alimentos pode ser inútil na dieta, diz estudo

Se você quer perder peso e vive contabilizando cada uma das calorias que ingere, repense. Isso porque, segundo especialistas, grande parte dos dados nutricionais nos rótulos se baseia na ciência do século 19. As informações são do site do jornal britânico Daily Mail.

 

Além disso, a forma como a comida é preparada – além do metabolismo individual de cada um – podem acarretar uma enorme diferença na quantidade de calorias que realmente foi ingerida.

 

Um estudo mostrou que uma porção de amêndoas cruas, por exemplo, pode ter menos calorias do que as indicadas no rótulo; em contrapartida, a ingestão de alimentos processados e cereais açucarados pode ultrapassar o número de calorias estampada nas informações nutricionais.

 

Os pesquisadores observaram que ratos que foram alimentados com batata doce crua perderam mais do que 4 gramas, enquanto que os que receberam a mesma quantidade do alimento cozido acabaram engordando.

 

Outro problema é que mesmo quando o alimento é cozido da mesma forma, cada sistema digestivo processa de uma maneira, graças ao tipo e à abundância de bactéria no intestino. Os obesos têm um excesso de certos tipos de bactérias do intestino, tornando-os mais eficientes na absorção de calorias. 

fonte:http://saude.terra.com.br/



publicado por adm às 00:00
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 22 de Julho de 2013
10 passos para ser mais ativo e queimar calorias

É lógico que toda vez que você estiver em movimento durante o dia, vai queimar mais colorias do que ficando apenas sentado. Mesmo se correr 8 km todas as manhãs, pode estar propenso a experimentar um lento ganho de peso, sem mencionar o pior estado para a saúde.


Pensando nisso, selecionamos aqui 10 maneiras simples para você acrescentar atividade a seu dia a dia.

1. Controle remoto - antes de entrar com o carro em casa, pare e dê três voltas andando no quarteirão. Você pode fazer o mesmo antes de sair.

2. Ataque as escadas - Diga não às escadas rolantes e aos elevadores. Suba de escadas. Ah, você trabalha em um arranha-céu? Então desça três andares antes e suba andando.

3. Quebra ao longo do dia - Dê um tempo na rotina do trabalho, quando puder para dar uma caminhada na rua, no estacionamento, nas escadas ou mesmo entre as ‘baias’ de seu serviço.

4. Durante uma semana, estacione o seu carro mais longe do que o normal em todos os lugares que você for. Seja na loja, no trabalho, no restaurante ou no shopping.

5. Faça flexões de braço, abdominais e alongamentos dinâmicos enquanto assiste TV, à noite.

6. Grave um programa de exercício e siga-o por 15 minutos, em sua sala, à noite.

7. Convença sua equipe de trabalho a realizar uma reunião a pé (caminhando)

8. Prefira encontrar um amigo para dar um passeio no parque ao invés de sair para tomar café ou assistir a um filme.

9. Compre um pedômetro e tente andar mais a cada dia, durante sete dias.

10. Deixe a cadeira desdobrável em casa - Você pode andar à margem do campo de futebol ou do ginásio enquanto seu filho está disputando uma partida.

 

fonte:http://exame.abril.com.br/




publicado por adm às 22:02
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 16 de Julho de 2013
'Correr no inverno gasta 30% a mais de calorias', avisa preparadora física

Qual seria a melhor estação do ano para correr? Num país tropical como o Brasil, onde o frio não é tão rigoroso, correr pode ser mais prazeroso e o sofrimento diminui bastante. O inverno, mesmo sendo uma época em que as pessoas tendem a ficar com mais preguiça para sair da cama, é  perfeita para fazer exercícios. Além disso, a queima calórica pode aumentar em 30%.(Confira a reportagem do SporTV)

- No frio do inverno, temos uma contração maior dos músculos e nos esforçamos mais para se movimentar. Dessa forma, o corpo gasta mais calorias para poder aquecer e assim aumentar a temperatura para o bom funcionamento - disse a professora de educação física Clarice Penna.

 

Os atletas acreditam que no frio dá para 'puxar' mais no treino e o inverno se torna perfeito para praticar as atividades físicas intensas, como a corrida. O melhor horário para isso é antes das 9h ou após às 17h, onde a umidade é maior. É importante fazer um bom aquecimento e ingerir mais carboidrado para repor a energia em caso de treino longo. Não se esqueça de beber água para ficar hidratado.

- Normalmente, perdemos calor pelos tecidos expostos. Quando você vai correr na rua, por exemplo, o que fica de fora é a mão e a cabeça. Isso é importante pois o fluxo sanguíneo tende a migrar para essa região para aquecer e evitar essa perda de calor. Só que isso é prejudicial e pode causar um resfriamento da parte central do corpo e os demais órgãos - disse Clarice.

Correr no frio, então, tem que ser com muito agasalho? Não. A professora avisa que o ideal é usar trajes que aqueçam o corpo, mas que não atrapalhem a transpiração.

- Tem que tomar cuidado, principalmente com as roupas emborrachadas que podem aquecer demais o corpo e fazer o efeito contrário - encerrou.

fonte:http://globoesporte.globo.com/



publicado por adm às 20:53
link do post | comentar | favorito

Domingo, 12 de Maio de 2013
Perca calorias com dicas e receitas

CM publica este domingo e na segunda-feira os conselhos da professora Isabel do Carmo, autora do livro 'Pensar Perder o Peso que Pesa', da D. Quixote, para perder peso de forma saudável. Leia as melhores dicas e aproveite as receitas. Prepare-se para o verão.


Apesar de ser absolutamente indispensável, não é só a falta de exercício físico que se acumulam um quilos a mais e se dá cabo da linha. Afinal, quais são os maiores erros dos portugueses no que diz respeito à alimentação? 

"Consumimos gorduras e doces a mais. Outro dos grandes problemas é comermos muita comida fora do prato. As batatas fritas, os salgadinhos e outros alimentos que tiramos do pacote diretamente para a boca devem ser evitados", explicou ao CM a professora Isabel do Carmo, autora do livro 'Pensar Perder o Peso que Pesa', da D. Quixote.

Uma coisa é certa: não há milagres, nem dietas milagrosas. Há que contar calorias e saber bem o que se está a comer.

Um dos conselhos de Isabel do Carmo é fundamental para quem deseja perder peso: "A quantidade de energia ingerida (calorias) deve ser menor do que a despendida", lê-se no livro da professora. Só assim é que o nosso corpo irá gastar o que está na 'reserva', ou seja, a nossa massa gorda.

Assim sendo, o essencial é tentar cumprir esta 'regra de ouro' em todas as situações. Mas nem sempre é fácil. As saídas para almoçar, por exemplo, podem ser verdadeiros pesadelos. Com uma enorme variedade de refeições, bebidas e sobremesas, é difícil manter a postura para derrotar as tentações. Aqui ficam alguns conselhos para o ajudar a travar estas batalhas:

 

  • Não comer rápido;
  • Fazer uma refeição completa e que a deixe saciada;
  • Evitar molhos;
  • Bebida deve ser água;
  • Proibído tocar nas entradas;
  • Não comer sobremesa (a parte mais dolorosa para os gulosos...);
  • Pedir um prato com pouca gordura.

 

"Óptimo! Quando sair de casa, já sei o que fazer. Mas então e quando estou no meu lar doce lar, sem querer ser  a fada que pensam que eu sou?!" - é a pergunta que muitas portuguesas fazem. Querem comer em casa, mas não sabem o quê. O que fazer então nestas alturas?

Esqueça as pizzas encomendadas e as refeições congeladas. O livro 'Pensar o Peso que Pesa' dá-lhe algumas receitas rápidas que ajudam a contornar este problema e o CM publica hoje três delas (e amanhã, outras diferentes):

 

  • Água a ferver. Deite esparguete (sete minutos) com uma colher de chá de azeite na água. Depois de cozido, juntar no prato beterraba às rodelas e milho. Pôr folhas de basílico no esparguete. Pode pôr ketchup ou mostarda.
  • Abrir uma lata de atum e uma lata de grão. Misturar e cortar cebola aos quadradinhos. Juntar salsa e tomate. Um pouco de azeite.
  • Descongelar e aquecer ervilhas no micro-ondas. Grelhar uma febra de peru. Raspar cenouras. Juntar cogumelos de lata.

 

"Ok, mas a verdade é que tenho preguiça e não quero perder tempo a grelhar bifes. A verdade é que não gosto de quase nada que é verde... Não vou conseguir emagrecer de certeza". Este é outro pensamento que 'assombra' as mentes dos mais pessimistas.

A verdade é que se fizermos exercício físico e seguirmos as dicas referidas anteriormente, é possível começar uma dieta equilibrada. O que falta é saber que alimentos devem ser banidos da dispensa... Aqui ficam alguns deles:

 

  • Bolos, gelados e doces de colher (lá estão os gulosos a sofrer...);
  • Refrigerantes;
  • Molhos feitos com substâncias gordas;
  • Salgados;
  • Enchidos.

 

Para além de dar muitas dicas para ajudar os seus leitores a perderem peso, Isabel do Carmo fornece ainda algumas receitas saudáveis. O CM revela hoje três delas (e amanhã outras diferentes):

 

DELÍCIAS DO MAR COM PERA-ABACATE (para duas pessoas)

Metade de uma pera-abacate misturada com delícias do mar. Dois ovos cozidos partidos aos pedacinhos. Colocar os pedacinhos de ovo cozido sobre a pasta de pera-abacate misturada com as delícias do mar. Por cima espalhe duas colheres de sopa de molho de iogurte para saladas. Acompanhar com duas tostas.

 

 

CARIL DE FRANGO COM ARROZ (para uma pessoa)

Equivalente a quatro colheres de sopa de carne de frango com caril. Três colheres de sopa de arroz branco. Ao lado, uma tigela de iogurte magro misturado com pepino ralado e hortelã. Misturar este iogurte com a carne ou comer de um e outro lado ao mesmo tempo.

 

SALADA DE BATATA E BANANA (para uma pessoa)

Uma batata cozida;

Couve-flor gratinada (com leite magro) e queijo magro;

Salada verde;

Uma bana pequena cortada às rodelas com quatro colheres de sopa e um iogurte natural.

 

 

fonte:http://www.cmjornal.xl.pt/d




publicado por adm às 23:50
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 14 de Agosto de 2012
Melancia, manga e pepino; veja 30 alimentos com calorias negativas

Nem todo alimento é inimigo da dieta e merece atenção redobrada na hora do consumo. Além de nutritivos, alguns legumes, verduras e frutas são aliados da balança e têm calorias negativas. Isso porque, eles possuem menos energia do que gastam durante a digestão. “É uma fração calórica destinada à própria digestão e metabolização, o que também é chamado de efeito térmico”, explica a nutróloga Liliane Oppermann.


O gasto calórico durante esse processo varia de uma pessoa para outra. De acordo com a nutricionista Daniela Campi, o número pode oscilar dependendo do metabolismo, enzimas e claro, do que colocamos no nosso prato. Mas no geral, alimentos com alto teor de fibras gastam mais energia durante a digestão.

“Frutas fibrosas como manga, papaia, damasco e morango têm um gasto maior de efeito térmico do que frutas como abacate, banana e caqui, que são mais suculentas. Até o estado de maturação de fruta influencia. Uma banana mais verde tem mais efeito térmico que a madura”, justifica Liliane. Além disso, o modo de preparo dos legumes também é fundamental. Alimentos crus gastam mais energia na digestão que os cozidos.

Sem dúvida, uma alimentação adequada deve ser equilibrada e conter todos os grupos de nutrientes, mas incluir frutas como melancia e maçã na dieta é uma ótima maneira de saciar a fome, acelerar o metabolismo e queimar calorias sem nenhum esforço. A seguir, confira 30 opções de alimentos que não oferecem preocupação com a tabela calórica e veja seus benefícios.

 
Abacaxi: rico em cálcio, potássio e vitaminas A, B e C, o abacaxi contém bromelaína, uma enzima que ajuda na digestão e pode dissolver coágulos no sangue. Por isso, além de auxiliar na dieta, a fruta ajuda a controlar a pressão arterial.
 
Abobrinha: composta de água (cerca de 90%), a abobrinha é diurética e rica em vitaminas A e C.
 
Agrião: rico em ferro, iodo, vitamina C e betacaroteno - um antioxidante que retarda o envelhecimento -, o agrião auxilia no sistema respiratório.
 
Alface: alimento ingerido como carro chefe nas dietas de emagrecimento, o alface é rico em potássio, cálcio, ferro e vitaminas A, B3 e C. Tem poder antioxidante e age como calmante para quem sofre de insônia.
 
Alho: alimento que ajuda a combater vírus, infecções e inflamações, além de auxiliar em problemas respiratórios, como asma e bronquite. É fonte de potássio, cálcio e magnésio.
 
Ameixa: tem propriedades antioxidantes, retarda o envelhecimento, estimula a digestão e combate a gripe. É rica em potássio, magnésio, cálcio, fibras, betacaroteno e vitaminas C e E.
 
Aspargo: rico em fibras, potássio e vitaminas B e C. Aumenta o sistema imunológico, tem poder antioxidante e anticancerígeno.
 
Berinjela: fonte de cálcio, fósforo, postássio, magnésio e vitaminas A, C e do complexo B, a berinjela é um agente redutor de colesterol no sangue.
 
Beterraba: alimento cheio de nutrientes, como proteínas, fibras, vitaminas A, B e C, ferro, potássio e zinco. Ajuda a combater anemia.
 
Brócolis: fonte de vitamina A e de sais minerais como cálcio, ferro e fibras. Brócolis tem poder antioxidante e anticancerígeno.
 
Cebola: fonte de vitamina C, potássio, cálcio, ferro e fósforo. Ajuda a prevenir gripe e auxilia em problemas estomacais e intestinais.
 
Cenoura: alimento rico em betacaroteno, fibras, cálcio, zinco e vitaminas A, C e E. Além de auxiliar a digestão, melhora a produção de sangue e, para as grávidas, aumenta a produção de leite.
 
Couve-flor: alimento rico em cálcio, fósforo, e vitaminas A, B9 e C.
 
Couve: rico em fibras, o alimento é indicado para enfermidades do estômago e auxilia a digestão. A couve é fonte de vitamina C, ferro, cálcio e betacaroteno.
 
Damasco: além de saboroso, o damasco pode prevenir problemas no fígado e alguns tipos de câncer. É rico em ferro, potássio, fósforo e vitamina A, B1, B2, B3 e C.
 
Framboesa: rica em antioxidantes que retardam o envelhecimento, esse fruto também auxilia na digestão e no tratamento de inflamações na garganta e gengiva. É fonte de cálcio, potássio, magnésio, ferro e vitaminas A, B1, B5 e C.
 
Laranja: fonte de vitamina C e caroteno, esse fruto ajuda a combater gripes e resfriados e pode prevenir alguns tipos de câncer.
 
Limão: tem propriedades para tratar resfriados e gripes e melhorar a circulação do sangue. É rico em cálcio, potássio e vitamina C.
 
Maçã: esse fruto tem inúmeros benefícios. É rico é cálcio, magnésio, potássio, cobre, zinco, vitaminas B, C e E e contem peticina  uma fibra que a ajuda a controlar o nível de colesterol no sangue. A maçã ajuda na digestão, ajuda no tratamento de resfriados, tem poder antioxidante e evita a proliferação de células cancerígenas.
 
Mamão: contém uma substância chamada papaína, que melhora a digestão e a prisão de ventre. É fonte de ferro, cálcio e vitaminas A, B e C.
 
Manga: tem propriedades que previnem as doenças do estômago, evitam problemas cardíacos e fortalecem o sistema imunológico. É rica em vitaminas B e C em sais minerais como cálcio, fósforo, potássio, ferro e fibras.
 
Melancia: fruto que apresenta muita água em sua composição e tem o poder diurético. É rica em fibras, ferro, cálcio e vitamina A, B e C. A melancia também possui uma glutationa, substância que é um potente antioxidante e retarda o envelhecimento.
 
Melão: tem poder diurético, hidratante, ajuda na menopausa e nas dietas de emagrecimento. É rico em cálcio, betacaroteno, potássio e vitaminas A, B, C.
 
Mexerica: fonte de vitaminas A, B e C e de sais minerais como cálcio, potássio, sódio, fósforo e ferro. O fruto ajuda a combater infecções e aumenta a resistência do organismo.
 
Morango: fruto com propriedades antioxidantes, que retarda o envelhecimento, além de reduzir o colesterol, combater anemias e doenças da pele. É fonte de ferro, fibras e vitaminas B5 e C.
 
Pepino: rico em ferro, potássio e betacaroteno - um antioxidante que retarda o envelhecimento -, o pepino tem efeito diurético .
 
Pimenta: tem propriedades analgésicas, anti-inflamatórias, diminui risco de doenças cardiovasculares, reduz o colesterol e pode ajudar no tratamento da enxaqueca. É antioxidante e rica em vitamina C.
 
Pimentão vermelho: rico em potássio, sódio, cálcio, fósforo, ferro e vitaminas A, C e do complexo B. É um alimento antioxidante, que pode prevenir doenças cardíacas, além de ser fonte de fibras.
 
Rabanete: sem dúvida, o rabanete é um aliado da saúde. Fonte de cálcio, ferro, potássio e vitaminas B1, B2 e C, ele ajuda no processo digestivo, previne o organismo contra infecções e purifica o sangue, rins e bexiga.
 
Repolho: fonte de cálcio, potássio, fosforo e vitaminas A e C. O repolho auxilia no emagrecimento e na digestão, estimula a queima de gorduras e combate o colesterol.
fonte:http://saude.terra.com.br/




publicado por adm às 23:28
link do post | comentar | favorito

Domingo, 5 de Agosto de 2012
Confira 7 dicas simples para queimar calorias

Não é só suando a camisa na academia que você pode eliminar calorias. Atitudes simples durante o dia podem dar adeus a algumas delas também. Confira sete dicas, listadas pela nutricionista Heather Bauer e divulgadas pelo site da revista americana Cosmopolitan, e coloque-as em prática já! 


1. Logo depois de acordar, enquanto espera o café ficar pronto, faça polichinelos. Queima 10 calorias por minuto. 

 
2. Enquanto usa o secador de cabelos, faça agachamentos. Assim, elimina 70 calorias a cada cinco minutos. 
 
3. Quando estiver sentado em seu trabalho, bata os dedos dos pés 25 vezes. O ato queima de 24 a 30 calorias. 
 
4. Deixe o elevador de lado e prefira as escadas. Você elimina 10 calorias por lance de escada. 
 
5. Enquanto aguarda seu jantar ficar pronto no micro-ondas, que tal fazer agachamento apoiado na parede? Dessa forma, dá adeus entre 12 e 15 calorias a cada 30 segundos.
 
6. Antes de dormir, aposte em cinco minutos de abdominais para queimar 40 calorias. 
 
7. Ter uma boa noite de sono também ajuda a eliminar calorias. São menos 60 por hora de descanso. 
fonte:http://saude.terra.com.br




publicado por adm às 11:02
link do post | comentar | favorito

Domingo, 1 de Julho de 2012
Nem todas as calorias são iguais, mostra estudo

Uma dieta baseada em carboidratos saudáveis em vez de uma dieta com baixo teor de gordura ou pobre em carboidratos oferece melhores chances de manter o peso sem trazer efeitos colaterais indesejados, sugere um estudo publicado na revista da Associação Médica Americana.

 

Os participantes do estudo que seguiram uma dieta com baixo índice glicêmico, semelhante à dieta mediterrânea e baseada em peixes, frutas, legumes, nozes e cereais integrais, também melhoraram seus níveis de colesterol e outros indicadores importantes que reduzem os riscos de desenvolver doenças cardíacas e diabetes. Essa dieta pode incluir aveia minimamente processada, amêndoas, arroz integral, feijão e gorduras saudáveis como o azeite, entre outros alimentos.

O estudo foi conduzido por pesquisadores do Centro de Prevenção da Obesidade da Fundação New Balance, ligado ao Hospital das Crianças de Boston, sendo financiado pelos Institutos Nacionais de Saúde e pela Fundação New Balance, que é afiliada à fabricante de tênis esportivos. Ele foi projetado para avaliar a forma como cada uma das três dietas mais comuns afeta a capacidade de uma pessoa de manter o peso. Os participantes tiveram toda a sua comida preparada pelos pesquisadores e sua ingestão de alimentos foi monitorada. Eles comeram muitas refeições no hospital, e levaram outras para comer em casa.

David Ludwig, um dos autores do estudo e diretor do centro, explicou que a maioria das pessoas luta para manter o peso depois de perder o excesso. Estudos anteriores demonstraram que a perda de peso reduz o consumo diário de energia pelo corpo— ou quantas calorias o corpo queima através de atividade ou apenas descansando —, tornando mais fácil recuperar o peso. O estudo de Ludwig foi projetado para analisar o impacto das três dietas sobre as medidas de gasto energético, além de avaliar hormônios, os níveis de gordura no sangue e outros marcadores de saúde.

Os 21 participantes do estudo, de 18 a 40 anos de idade, inicialmente perderam 10% a 15% do seu peso corporal durante uma dieta de três meses da qual cerca de 45% do total de calorias vinha de carboidratos, 30% de gordura e 25% de proteínas.

Um mês mais tarde, os participantes foram colocados em uma das três dietas por um mês: uma dieta baixa em gordura, que limitava as gorduras a 20% do total de calorias; uma dieta pobre em carboidratos, modelada na dieta de Atkins, que limitava a ingestão de carboidratos a 10% do total de calorias; e uma dieta de baixo índice glicêmico, em que 40% do total de calorias vinha de carboidratos, 40% de gorduras e 20% de proteínas. Os participantes foram, então, transferidos para as outras duas dietas durante mais dois períodos de quatro semanas.

"A dieta de baixa gordura apresentou o pior efeito" no gasto de energia, disse Ludwig. Nesta dieta, os participantes também tiveram aumentos na triglicéride, um tipo de gordura, e níveis mais baixos do chamado colesterol bom. "Devemos evitar restringir severamente qualquer nutriente importante e se concentrar na qualidade do nutriente", disse ele.

Ludwig disse que aqueles na dieta baixa em carboidratos tiveram o maior aumento no gasto energético total, queimando cerca de 300 calorias a mais por dia do que aqueles na dieta baixa em gordura, aproximadamente o mesmo que uma hora de exercício moderado. Mas a vantagem vem com um custo: o aumento no cortisol, um hormônio do estresse, e uma medida de inflamação chamada CRP, que pode elevar o risco de desenvolver doenças cardíacas e diabetes.

Aqueles na dieta de baixo índice glicêmico queimaram cerca de 150 calorias por dia a mais do que aqueles na dieta baixa em gorduras sem qualquer impacto negativo nos níveis de colesterol ou hormônios, tornando a dieta ideal, disse Ludwig. O índice glicêmico mede o impacto dos carboidratos nos níveis de açúcar do sangue.

fonte:http://online.wsj.com



tags:

publicado por adm às 16:53
link do post | comentar | favorito

Sábado, 19 de Maio de 2012
Conheça 7 alimentos que queimam gordura

Se você está em constante dieta ou pensando em perder uns quilinhos extras, a escolha da alimentação costuma ser o primeiro passo a ser pensado. Pensando nisso, a Cosmopolitan listou sete alimentos que queimam gordura e podem auxiliar na perda de peso. Confira:

Frango: Cheio de proteína, o frango é considerado uma carne que favorece a massa magra do corpo e auxilia na queima de gordura. Além disso, como é demorado para ser digerido pelo estômago, dá a sensação de saciedade por mais tempo.

Iogurte: Consumir iogurte também ajuda na perda de peso. Este alimento contém cálcio e aminoácidos, que juntos atuam na queima de gordura. Queijos e leite também devem estar em seu cardápio.

Chá verde: Tomar de duas a quatro xícaras de chá verde pode queimar até 50 calorias por dia. Esta bebida é repleto de catequinas, nutrientes ligados ao aumento do metabolismo e da diminuição da cintura.

Ovos: Comer ovos traz um dilema para sua dieta. Ao mesmo tempo que ele é cheio de proteína e pode manter a saciedade por mais tempo, também é gorduroso.

Água gelada: Tomar água gelada aumenta seu metabolismo a medida que seu corpo gasta energia para aquecer o líquido em seu corpo. Por isso, ajuda a queimar gordura.

Pimenta: A capsaicina, o ingrediente que dá o toque ardente da pimenta, também podem disparar o seu forno de queima de gordura. Experimente.

Pistache: Estas nozes contêm o equilíbrio certo de gordura saudável, proteína e fibra e, juntos, eles aumentam seu metabolismo e o mantém satisfeito por mais tempo.

fonte:http://saude.terra.com.br/



publicado por adm às 23:24
link do post | comentar | favorito

Domingo, 11 de Março de 2012
10 dicas para cortar 50 calorias em atividades do dia a dia

Que tal gastar 50 calorias por dia com atividades simples do dia a dia? Parece pouco, mas a longo prazo, não é. “Essa pequena redução diária pode levar a perda de 200 g em um mês, o que em um ano significa menos 2,5 kg para alguém que consome 2 mil calorias ao dia”, afirma a nutricionista Adriana Mangold, da Brand Brasil FoodService Management, em São Paulo, em entrevista à revista WOMEN´S HEALTH.

Quer queimar calorias sem perceber? Então adote essas 10 mudanças e sinta a diferença na balança:

1. Lave a louça acumulada por 20 minutos.

2. Pegue a a vassoura e varra a casa por 17 minutos.

3. Cozinhe durante 20 minutos. De preferência, faça pratos light e gostosos.

4. Reserve 21 minutos para guardar as peças no armário.

5. Troque o elevador pela escada e suba cinco andares.

6. Empurre o carrinho do supermercado por 14 minutos.

7. Desça 3 pontos de ônibus antes do lugar para onde você vai e termine o caminho a pé. Melhor se você estiver de tênis.

8. Estacione o carro a quatro quadras de distância do destino e aproveite paracaminhar. Pode virar um passeio.

9. Quer se divertir? Jogue videogame por 32 minutos.

10. Ligue o som de sua casa e dance no ritmo da sua música favorita por 8 minutos.

fonte:http://mdemulher.abril.com.br/



publicado por adm às 11:55
link do post | comentar | favorito

.pesquisar
 
.posts recentes

. Saiba quantas calorias vo...

. Contar calorias dos alime...

. 10 passos para ser mais a...

. 'Correr no inverno gasta ...

. Perca calorias com dicas ...

. Melancia, manga e pepino;...

. Confira 7 dicas simples p...

. Nem todas as calorias são...

. Conheça 7 alimentos que q...

. 10 dicas para cortar 50 c...

.links
.tags

. actualidade

. açucar

. alimentos

. alimentos dietéticos

. ameixa

. atividades físicas

. bebe

. benefícios do vinagre

. caloria

. calorias

. caminhada nórdica

. celebridades

. cogumelos

. como emagrecer

. crianças

. curiosidades

. desporto

. diabetes

. dicas

. dieta

. dieta amazônica

. dieta das sopas

. dieta de alho

. dieta de aveia

. dieta detox

. dieta do chá vermelho

. dieta do cogumelo

. dieta do jejum

. dieta do limão

. dieta do mel

. dieta do óleo de coco

. dieta dos 17 dias

. dieta dos 3 dias

. dieta dos nutrientes

. dieta líquida

. dieta mediterrânea

. dieta mediterrânica

. dieta para hipertensos

. dieta radical

. dieta rígida de 30 dias

. dieta sem glúten e lactose

. dieta vegetariana

. dietas

. dietas detox

. dietas no inverno

. dietas-relâmpago

. emagrecer

. erros na dieta

. estudos

. exercio

. famosas

. famosos

. frutas

. frutas secas

. glúten

. hormônios

. legumes

. mel

. milk shake

. mitos

. mulher

. noticias

. pão

. perca calorias com dicas e receitas

. pirâmide alimentar

. portugal

. queimar calorias

. refeição

. saúde

. saude

. sopa

. tabela de calorias

. verão

. vida

. todas as tags

.subscrever feeds