Sexta-feira, 6 de Dezembro de 2013
Unesco consagra Dieta Mediterrânica como Património da Humanidade

Subescreveram esta candidatura transnacional sete Estados com culturas mediterrânicas milenares: Portugal (Tavira), Chipre (Agros), Croácia (Hvar e Brac), Grécia (Koroni), Espanha (Soria), Itália (Cilento) e Marrocos (Chefchaouen), tendo sido aprovada durante a reunião da Unesco que teve lugar a 04 de Dezembro em Baku, no Azerbaijão.

A dieta mediterrânica, com origem no termo grego "daiata", é um estilo de vida transmitido de geração em geração, que abrange técnicas e práticas produtivas, nomeadamente de agricultura e pescas, formas de preparação, confecção e consumo dos alimentos, festividades, tradições orais e expressões artísticas.

As culturas mediterrânicas são culturas de partilha e entreajuda comunitária, onde as sociabilidades assumem um papel relevante.

Portugal teve Tavira como sua comunidade representativa que, neste âmbito, assegurou o processo técnico, o qual contou com parecer prévio favorável à inscrição por parte do Órgão Subsidiário da UNESCO para o património cultural e imaterial.

Com a concretização desta classificação, Portugal conta, depois do Fado, com a sua segunda inscrição na lista do Património Cultural Imaterial da Humanidade, sendo a primeira vez que o Algarve vê a sua cultura reconhecida pela UNESCO.       -

 fonte:http://www.hardmusica.pt/



publicado por adm às 20:38
link do post | comentar | favorito

Domingo, 15 de Setembro de 2013
Dieta mediterrânica pode prevenir demência

Um estudo feito pela Escola de Medicina da Universidade de Exeter, no Reino Unido, revela que seguir uma dieta mediterrânica faz bem à mente

O grupo de investigadores afirma, segundo o jornal britânico ‘Daily Mail’, que quem consome regularmente frutas, vegetais, nozes, peixe e azeite tem um menor risco de desenvolver doenças relacionadas com o avançar da idade, tais como a demência e Alzheimer.

Em nove dos 12 casos analisados, os objectos de estudo seguiam uma dieta mediterrânica, estando esta associada a um melhor desenvolvimento cognitivo, níveis mais baixos de dificuldades cognitivas e a um menor risco de aparecimento da doença de Alzheimer.

No entanto, Iliana Lourida, responsável pela investigação, que se baseou em estudos anteriores, admite que ainda é preciso aperfeiçoar algumas partes desta pesquisa, uma vez que os resultados para a fase de perda de faculdades cognitivas (antes de se ter Alzheimer ou demência) foram inconsistentes.

“A nossa avaliação revela algumas inconsistências presentes em estudos anteriores (…) Foram feitos estudos com base na observação, agora é necessário fazer um ensaio clínico randomizado controlado (método usado para testar a eficácia de uma dada abordagem terapêutica) para confirmar todas estas pesquisas”, explicou. 

fonte:http://www.sabado.pt/



publicado por adm às 19:31
link do post | comentar | favorito

Domingo, 23 de Setembro de 2012
Dieta mediterrânica

Conheça os seus trunfos e benefícios na alimentação

Portugal, Espanha, Itália, Grécia, Marrocos e Chipre uniram-se na candidatura da dieta mediterrânica a Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO.

Em comum, o desejo de reconhecimento de um padrão alimentar que ajuda a controlar o perímetro abdominal e os níveis de colesterol, triglicéridos, pressão arterial e glicose, reduzindo o risco de doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, obesidade e de alguns tipos de cancro.

Esta constatação foi revelada depois de uma meta-análise de mais de 50 estudos publicada pelo American College of Cardiology. Os benefícios deste tipo de regime alimentar têm sido, ao longo dos últimos anos, reiterados por vários estudos e investigações. Segundo os especialistas do colégio norte-americano de cardiologia, esta dieta é a mais saudável para o coração e para controlar o colesterol, os triglicéridos, a pressão arterial e os níveis de glicose no organismo.

Esta dieta, nas análises que foram feitas, demonstrou estar associada à diminuição da mortalidade devido a doenças coronárias, diabetes tipo 2 e até alguns tipo de cancro. Este regime alimentar inclui hortícolas e fruta, cereais, leguminosas, frutos secos, laticínios pouco gordos, peixe, produtos frescos da região e da época, azeite (principal fonte de gordura), vinho, de forma moderada e às refeições.

fonte:http://saude.sapo.pt/



publicado por adm às 15:16
link do post | comentar | favorito

.pesquisar
 
.posts recentes

. Unesco consagra Dieta Med...

. Dieta mediterrânica pode ...

. Dieta mediterrânica

.links
.tags

. actualidade

. açucar

. alimentos

. alimentos dietéticos

. ameixa

. atividades físicas

. bebe

. benefícios do vinagre

. caloria

. calorias

. caminhada nórdica

. celebridades

. cogumelos

. como emagrecer

. crianças

. curiosidades

. desporto

. diabetes

. dicas

. dieta

. dieta amazônica

. dieta das sopas

. dieta de alho

. dieta de aveia

. dieta detox

. dieta do chá vermelho

. dieta do cogumelo

. dieta do jejum

. dieta do limão

. dieta do mel

. dieta do óleo de coco

. dieta dos 17 dias

. dieta dos 3 dias

. dieta dos nutrientes

. dieta líquida

. dieta mediterrânea

. dieta mediterrânica

. dieta para hipertensos

. dieta radical

. dieta rígida de 30 dias

. dieta sem glúten e lactose

. dieta vegetariana

. dietas

. dietas detox

. dietas no inverno

. dietas-relâmpago

. emagrecer

. erros na dieta

. estudos

. exercio

. famosas

. famosos

. frutas

. frutas secas

. glúten

. hormônios

. legumes

. mel

. milk shake

. mitos

. mulher

. noticias

. pão

. perca calorias com dicas e receitas

. pirâmide alimentar

. portugal

. queimar calorias

. refeição

. saúde

. saude

. sopa

. tabela de calorias

. verão

. vida

. todas as tags

.subscrever feeds